• Meus Pedidos
  • WhatsApp: (45) 99959 - 2027 - LOJA 100% ONLINE

Caseína

X

A CASEÍNA

Formada por aminoácidos essenciais a caseína é uma proteína conjugada, ou seja, possui aminoácidos em sua cadeia e outro grupo químico sem proteínas. É encontrada principalmente no leite humano variando o valor de 20 a 45% e no leite de vaca fresco chega a 80%. A Caseína tem como função manter unidas as moléculas de água e de gordura agindo como um agente emulsificante.

 

PARA QUE SERVE A CASEÍNA

Formada por uma grande variedade de aminoácidos essenciais (proteínas compostos orgânicos de alto peso molecular, formada pela sequencia de 20 aminoácidos) a caseína é uma das principais proteínas devido ao seu valor nutritivo.

Classificada como uma proteína de lenta absorção o consumo da caseína é indicada no período do início do dia, ou antes, de dormir. Desta forma evita-se o catabolismo e proporciona o aumento de massa muscular.

O horário do dia onde passamos a maior parte do temo sem nos alimentar é à noite, por este motivo é recomendado que a caseína seja consumida antes de dormir evitando o processo de catabolismo. O Catabolismo se da pela falta de carboidratos e gorduras livres para serem consumidas em forma de energia, sendo assim nosso organismo passa a utilizar a fonte de energia mais fácil que são as fontes proteicas.

Comparando com o whey protein a caseína pode alcançar até 7 horas de ação em nosso organismo, mais que o dobro comparado com o whey protein que perdura por até 3 horas de ação em nosso corpo.

Por se tratar de uma proteína extraída também do leite a caseína pode ser encontrada em derivados como iogurtes e queijos.

 

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA CASEÍNA

Podem-se destacar alguns benefícios que a caseína traz para nosso organismo tais como:

✓ Aumenta a síntese de proteínas e o desenvolvimento de massa muscular magra.

✓ 20,5% de concentração de glutamina este aminoácido auxilia os músculos durante o treinamento intenso e na fase de dietas.

✓ Regula o tempo de trânsito de proteínas pelo intestino devido a sua formação de gel que demora o transito no processo.

✓ Boa concentração de aminos glicogênios e treonina, glutamina e arginina.

  

QUAL A DIFERENÇA ENTRE CASEÍNA MICELAR E A HIDROLISADA?

A caseína micelar é encontrada em seu estado natural sem grandes processos de transformação já a caseína hidrolisada é quebrada em pedaços menores. É com se passasse por um processo de pré-digestão. Por este motivo nosso organismo consegue absorve-la de maneira muito mais rápida.

 

COMO TOMAR A CASEÍNA

Sabemos que na musculação um dos pilares para o ganho de massa muscular é o sono. Este é um período onde não nos alimentamos por um espaço maior, desta forma, é de grande importância que seja consumido uma proteína de absorção longa como é o caso da caseína que pode perdurar até 7 horas sua ação no organismo.

 

A QUANTIDADE DE CASEÍNA A SER CONSUMIDA

Antes de tudo é importante ressaltar a importância de ser realizada uma consulta com seu nutricionista para que as quantidades de proteínas sejam calculadas mediante a sua necessidade. Dependendo de marca a dosagem pode alterar, consulte o rótulo do produto adquirido. Em média o consumo de caseína varia de 25g para mulheres e 35g para homens.

 

TESTES SOBRE A SOBRE A CASEÍNA

Em uma pesquisa realizada pela Hall et Al realizou testes em um grupo de pessoas onde consumiram caseína e outro grupo whey protein 90 minutos  antes das refeições. Os resultados mostram que o grupo que consumiu whey protein estava mais saciado do que o grupo da caseína, mostrando desta forma que a caseína realmente possui uma absorção mais lenta.

 

DE ONDE VEM A CASEÍNA?

A caseína é encontrada em diversos alimentos derivados do leite tais como queijo e iogurte, porém existem outras fontes que também possuem caseína tais como:

✓ Claras cozidas
✓ Atum light
✓ Ricota
✓ Tilápia
✓ Carne vermelha magra
✓ Peito de frango

 

CASEÍNA OU ALBUMINA?

Sabemos que a suplementação não é algo barato no Brasil e algumas estratégias podem ser aplicadas para diminuir este investimento. Uma delas é a utilização da albumina no lugar da caseína. A Albumina é considerada uma proteína de media a longa absorção podendo ser de 2 a 4 horas.